Skip to content

Abres - Associação Brasileira de Estágios

Efetivação do estagiário

Ainda existem muitas dúvidas sobre qual é o momento certo de efetivar o estagiário. Conheça melhor as normas da legislação a respeito do assunto.

A efetivação varia conforme o critério de cada organização: em alguns casos, pode acontecer no início do estágio e, em outros, após algum tempo. Ela é determinada pelo desempenho do jovem e a disponibilidade de vagas. Além disso, quando o estudante demonstra interesse, iniciativa e comprometimento, suas chances de permanecer na empresa aumentam.

O tempo máximo de estágio, segundo a Lei 11.788, de 25/09/2008, é de dois anos no mesmo estabelecimento e esse período é concedido para os gestores avaliarem o novo colaborador. Pode acontecer desses alunos precisarem desenvolver projetos e, por esse motivo, só podem ser contratados ao término desse prazo.

Não é necessário ter pressa, pois nessa fase o educando coloca os conhecimentos adquiridos em classe em prática. Além disso, se depara com diversas situações de amadurecimento profissional. Ele também se acostuma com o peso das responsabilidades e cobranças, como a de seguir procedimentos e regulamentos internos das instituições.

O mais importante é dar apoio a esse momento de aprendizagem, pois desta forma é possível contribuir para o futuro do Brasil.

         Carlos Henrique Mencaci é presidente da Abres – Associação Brasileira de Estágios